Resenha: Postais do Coração - Ella Griffin


Título: Postais do Coração
Autor: Ella Griffin
Editora: Novo Conceito
Páginas: 448
Sinopse: Saffy tem um trabalho incrível em uma agência de propaganda em Dublin. Ela tem sua difícil mãe a uma distância segura. E ela acredita que seu namorado ator Greg — o próximo Colin Farrell — finalmente irá pedi-la em casamento. Conor admira a linda Jess. Mas depois de sete anos e gêmeos, ela ainda não se casará com ele. Ele passa os dias ensinando adolescentes terríveis e as noites escrevendo o livro que espera que mude tudo — inclusive a mente dela. Mas está difícil de alcançar finais felizes...

Sinopse retirada do Skoob

À primeira vista, Postais do Coração parece ser mais um daqueles romances mexicanos devido ao título. Entretanto, essa primeira impressão é completamente errada. O romance é totalmente contemporâneo, com clichês é claro, mas com uma originalidade ideal para prender o leitor até as últimas páginas. Pois bem, devo dizer que, na verdade, o que me levou a colocar esta leitura na frente de várias outras, foi o fato da autora ser irlandesa. Pode parecer meio estranho, mas até hoje todos os romances irlandeses que li, acabaram me prendendo demais. E por esse motivo, assim que chegou, fui adiantando a leitura. O livro é totalmente voltado ao mundo dos relacionamentos. Não só os amorosos, mas também os fraternais, familiares e profissionais. 

A protagonista da história é Saffy, uma mulher irlandesa discreta que possui uma carreira profissional bem sucedida. Namorada de um dos atores mais famosos do país, Greg, dona de um apartamento de dar inveja e de amigos muito próximos, ela sente falta da presença de um pai. Greg é um ator e, atualmente, o protagonista da série “A Estação”, que está há seis anos no ar. Sedutor como só ele, depois de ter conhecido Saffy, sua vida mudou completamente, pois fora a garota, por meio de contatos, que o colocou na trilha do sucesso. Na série, ele faz o papel de Mac, um bombeiro muito charmoso que entra em locais cheios de labaredas para salvar qualquer pessoa. O relacionamento dos dois estava indo de vento em polpa, até quando o personagem do galã pede Mia, integrante da corporação ficcional, em casamento no dia dos namorados. Isso pode parecer até normal, mas o que acontece é que esse fato acaba tomando grandes proporções ao ser encarado pelos fãs como algo real. Por causa disso, vários sentimentos guardados são desencadeados em Saffy, causando uma terrível crise de ciúmes e, posteriormente, o rompimento da relação.

Connor é um professor que dá aulas em uma escola irlandesa para adolescentes extremamente difíceis de conviver. Apesar de lecionar, o seu maior sonho é ver seu livro publicado por uma editora de prestígio. Pai de um casal de gêmeos, ele é casado com a mulher mais linda do mundo, Jess. Casado entre aspas, pois por mais que vivam juntos, Jess se recusa a subir no altar, pois detesta festas de casamentos, flores e tudo aquilo que remete ao assunto. Os dois são os melhores amigos de Saffy e Greg. Desde sempre, eles convivem e compartilham tudo juntos. Quando as coisas apertam eles procuram uns aos outros para conversar, jogar palavras e, claro, se apoiar. No entanto, o que o destino anda preparando para os quatro não é nada fácil de lidar. Em meio a traições, mentiras, desafetos e escolhas, eles terão que saber olhar para novos horizontes, para assim, encontrar novos caminhos. 

O romance criado por Ella Griffin é muito legal. Enquanto lia, ia tentando entender o que levaria os personagens a tomar certas decisões e até mesmo certas atitudes. Durante as páginas as histórias vão se entrelaçando e tomando rumos bem diferentes do esperado. Confesso que tive muita raiva dos protagonistas, pois muitas vezes achava-os infantis, mas com os capítulos indo embora, percebi que a intenção de Ella era justamente provocar esses sentimentos no leitor, precisamente para colocar o lado humano deles em questão. Uma característica que está presente no livro é o humor, que por sinal é marca dos autores irlandeses. 

Por fim, posso dizer que em minha opinião, o livro é bom. Achei a forma de narração agradabilíssima e os finais dos capítulos extremamente instigantes. É claro que recomendo a leitura, pois após fiquei muito feliz com o desfecho dado aos personagens e ao rumo que a autora preferiu tomar. Se você procura uma história que te fará refletir, se divertir e ter raiva, tudo ao mesmo tempo, Postais do Coração é altamente recomendado. 


26 comentários:

  1. Oi, Igor, tudo bem? ^_^
    Olha, serei sincera: o que me chamou atenção nesse livro foi o comentário da Marian Keyes na capa. Se a intenção da editora era convencer os fãs da autora a ler esse livro, acho que elas vão conseguir, viu! HAHA
    Postais do coração parece bem um livro "irlandês" mesmo, cheio de emoções extremas e eu gosto disso! Espero poder lê-lo em breve! ^_^

    ResponderExcluir
  2. Oi querido!
    Ainda, não é um "Must read" pra mim. Mas parece ser bom, o que, por si só, é ótimo :)
    Beijão!

    ResponderExcluir
  3. Estava confundindo a autora desde que este livro saiu, pensei que fosse Emily Giffin. Mas falando dessa autora e deste livro, parece ser realmente um romance bom e rico e informação, parece ser aquele tipo de livro que a autora não quer apenas passar um romance, mas entreter o leitor. A capa é bem bonita e levando em conta os livros que já li da editora, a diagramação deve estar como sempre linda! Espero lê-lo em breve.

    ResponderExcluir
  4. Adorei a resenha, realmente me deu vontade de ler o livro. Principalmente depois de descobrir que ele se passa na irlanda: meu sonho é morar na irlanda haha. Espero poder ler em breve!

    ResponderExcluir
  5. Desde que vi este lançamento fiquei curiosa para saber mais da obra e a cada resenha que leio tenho certeza de que quero ler. Não só pela história em si, mas pela narrativa ser boa e principalmente pelo fato da autora conseguir despertar tantas emoções no leitor. Isto para mim é um dos indícios (nem sempre, claro) de que o livro é bom.
    Quero ler POSTAIS DO CORAÇÃO o quanto antes.
    bjs

    ResponderExcluir
  6. Oi Igor!!
    Quando eu vi a capa, imaginei que seria uma história a la Ps.: Eu Te Amo, mas pelo jeito não tem nada haver haha
    Apesar de ainda está curiosa pelo livro, ele deixou de ser tãããão desejado no momento hehe

    Bejinhos e um ótimo 2013!

    ResponderExcluir
  7. Igor
    Confesso que não me animei muito a ler Postais do Coração, mas depois de ler sua resenha e conhecer melhor sobre Saffy, Greg e os demnias ersonagens me parecu bem interessante. SEndo bom e recomendado já é um motivo de motivaão para eu ler.

    ResponderExcluir
  8. Bom, pelo visto a marca registrada da autora é despertar o sentimento de raiva nos leitores. Confesso que até gosto um pouco, pelo fato de descobrir como a história terminará. Ficou a curiosidade no ar de como esses casais terminarão...

    ResponderExcluir
  9. Quando vi esse livro me confundi, pensei que era da Emily hehehehee. Gosto dos autores irlandeses, principalmente pelo humor e por escreverem livros que quando a gente lê, a gente pensa que poderia ser com alguém que a gente conhece. Quero ler esse livro, mas ainda não está como prioridade na minha lista.

    ResponderExcluir
  10. Igor, eu adoro livros que tenham como tema relacionamentos, sejam amorosos, fraternos ou profissionais, porque dão margem a um estudo das personalidades dos personagens. Adentramos em seus psicológicos, conhecemos um pouco dos traumas, dos medos, dos anseios. É sempre uma leitura de muitas reflexões.
    Acho que eu ia gostar bastante de ler "Postais do coração".

    Bela resenha, como sempre, Igor.

    Um abraço!

    Sacudindo Palavras

    ResponderExcluir
  11. Gosto muito de historias assim. Juro que pensei que era da Emily Griffin, mas enfim, parece ser um bom livro,não daqueles maravilhosos, mas que cumpre bem sua função de distração numa tarde de chuva. PRetendo ler com certeza. Bjkss

    ResponderExcluir
  12. Eu ainda não li nada da autora mas esse livro parece bom. Às vezes é bom ler algo menos denso ou dramático mas nem por isso com menos emoção. Falar de relacionamentos sempre é bacana e se tiver oportunidade, vou querer ler essa história.

    ResponderExcluir
  13. Vi poucas resenhas desse livro, mas já gostei de ver as coisas que li dele. Deve ser bom, tem cara de boa leitura e a história me agradou.

    ResponderExcluir
  14. Já queria esse livro a muito tempo, e to super ansiosa pra saber como esses dois casais resolvem sua vida. Acho q sou parecida com a Jess acho casamento lindo mas só dos outros!!! Não rola comigo!!

    ResponderExcluir
  15. Já gostei deste livro só de olhar para a capa. Depois quando li o nome da autora achei parecido com o de Emily Giffin kkk Pelo que li, o estilo é parecido. A resenha e a sinopse me cativaram. O livro tem todos os elementos que eu aprecio, com certeza está na minha lista de desejados ^^

    Bjs
    @Tibiux

    ResponderExcluir
  16. Simplesmente adorei o título, a capa, a sinopse e a resenha! Tenho certeza de que vou amar a história.
    Gosto de livros assim, leves e emocionantes, e que nos faz pensar e refletir sobre as nossas próprias vidas, pois os personagens são tão humanos e suscetíveis de erros como nós.
    Já queria muito ler, e juro, que depois da sua resenha, fiquei ainda mais animada e curiosa.
    Bjs

    ResponderExcluir
  17. Ganhei esse livro de presente de aniversário e estou amando a história!!

    ResponderExcluir
  18. Oi!
    Nossa agora fiquei curiosa para ler.
    Geralmente não costumo gostar muito de livros assim, mas esse parece ser bom :D

    Ótima resenha!
    Bjs

    ResponderExcluir
  19. Olá.
    O livro parece ser bem legal, já li resenhas ótima em diversos blogs sobre ele.
    E adoro livros que despertam diversas emoções em nós leitores, e como você disse na sua última frase "Se você procura uma história que te fará refletir, se divertir e ter raiva, tudo ao mesmo tempo, Postais do Coração é altamente recomendado.", acredito que não tem porque eu não lê-lo :D

    Beijos,
    http://leitoraobsessiva.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. Gostei muito da resenha, Igor. Confesso que ri quando você mencionou que o título remetia aos romances mexicanos rs.
    Bem, no fundo, a história me pareceu bem clichê: relacionamentos rompidos ou abalados por algum medo do parceiro e ansiedade do outro. Porém, alguns detalhes em sua resenha me intrigaram e me fizeram dar um crédito para o livro. Um deles é você ter mencionado que a autora, muitas vezes, quis que os personagens parecessem infantis. Com certeza será muito bom ler e descobrir o porquê de tal atitude.
    Parabéns pelo blog.
    Abraços ternos.

    ResponderExcluir
  21. Gostei da resenha, ainda não li o livro, mas está na lista de leituras de 2013, espero que seje tão bom quanto você fala.

    ResponderExcluir
  22. Me pareceu ser uma ótima leitura mesmo, eu acho muito interessante quando o autor escreve algo que desperta os sentimentos do leitor, fazendo-o interagir na trama. Muito boa a resenha, parabéns!

    ResponderExcluir
  23. Nossa... haha
    Sem dúvida esta deve ser uma das melhores resenhas que eu já li. O conteúdo do livro deve ser bem interessante, já que no meu caso contém o tipo de texto e tema que eu particularmente adoro. A resenha me deixou curiosa sobre o livro, e com certeza já esta na minha listinha de leitura de 2013.
    Parabéns pelo blog :D

    ResponderExcluir
  24. Ooooi...
    Parabéns pela resenha que está ótima! Quando vi o livro também pensei ser um romance mexicano, bem água com açúcar!! Que bom que eu estava errada! Parece ser um livro bem gostoso de ler, mas sem muita emoção! Não é o tipo de leitura que me prende, mas ás vezes é bom ler livros assim.

    ResponderExcluir
  25. Confesso que fiquei curiosa com esse livro pelo sobrenome da autora, pensei que era irmã ou parente da Emily Giffin, ou é e não sei? rsrsrsrs
    Não li muitos livros desse estio, voltado pros relacionamentos, então existe uma curiosidade em mim sobre isso, se os atores conseguem captar isso. Não sabia que todo livro de autor irlandeses são bons assim, nunca li nada deles, mas se li não lembro, só sei que nos livros que li em que os personagens são do pais, são maravilhosos *-*
    Espero ler em breve e saber se é tudo isso, mas a resenha me animou muito pra ler.
    Bj

    ResponderExcluir
  26. Adoro histórias que abordam relacionamentos, principalmente desse tipo, que provoca todo tipo de sentimento no leitor. Fiquei curiosa para saber o rumo que a autora tomou.

    Se tem uma coisa que eu não presto atenção é na nacionalidade do autor... hehe... se for brasileiro vou saber, se não, nunca parei pra pensar nas diferenças... hehe... que bom que você já sabe que se dá bem com autores irlandeses. =)

    ResponderExcluir

 
Layout desenvolvido e editado por Igor Gouveia