Resenha: Cuco - Julia Crouch


Título: Cuco
Autora: Julia Crouch
Editora: Novo Conceito
Páginas: 464
Sinopse: Polly é a mais antiga amiga de Rose. Então quando ela liga para dar a notícia que seu marido morreu, Rose não pensa duas vezes ao convidá-la para ficar em sua casa. Ela faria qualquer coisa pela amiga; sempre foi assim. Polly sempre foi singular — uma das qualidades que Rose mais admirava nela — e desde o momento em que ela e seus dois filhos chegaram na porta de Rose, fica óbvio que ela não é uma típica viúva. Mas quanto mais Polly fica na casa, mais Rose pensa o quanto a conhece. Ela não consegue parar de pensar, também, se sua presença tem algo a ver com o fato de Rose estar perdendo o controle de sua família e sua casa. Enquanto o mundo de Rose é meticulosamente destruído, uma coisa fica clara: tirar Polly da casa está cada vez mais difícil.
Sinopse retirada do Skoob


Sempre gostei de um bom suspense. Filmes, livros, séries e qualquer coisa que tenha alguma relação com gênero, eu adoro. Cuco é um bom exemplo de  suspenses que podem dar certo fugindo do tradicional. 

Quando Rose e seu marido Gareth se mudam para uma casa nas colinas de Wiltshire, a vida dos dois se transforma. Na primeira noite após a mudança, Rose recebe uma ligação de Polly, uma antiga amiga dos tempos da faculdade. O conteúdo da ligação é bem perturbador: Christos, marido de Polly e amigo do casal morreu. Abalada com a morte do marido, Polly - que estava morando na Grécia - acaba tendo alguns conflitos com a família de Christos e, dessa forma, decide sair do país estrangeiro com seus dois filhos. 

Ao saber de tudo isso, Rose em um impulso não resiste e convida sua melhor amiga para morar em uma pequena casa nos fundo da sua. Polly sem outra alternativa aceita imediatamente. Entretanto Gareth não concordou com a decisão de sua mulher, pois além de não ter sido consultado, ele nunca gostou de Polly.

Depois da longa viagem, Polly e seus filhos chegaram finalmente na cidade.  A chegada dela causou um espanto em Rose, uma vez que ela estava muito abatida, magra e aparentemente fora de si. Como toda boa amiga, Rose deu carinho, espaço, atenção e, claro, sua amizade. Gareth mesmo não concordando com aquela loucura acaba cedendo aos poucos. Afinal, a moça tinha perdido o seu companheiro pouco tempo atrás. 

Ao decorrer da leitura, é notável que existe toda uma história em torno da vida de Polly. Também é perceptível alguns acidentes que começam ocorrer perto dela. Por exemplo, ao deixar fortes medicamentos largados a filha recém nascida da amiga acaba ingerindo e indo parar no hospital. Ficando lá por dias, Rose, quando volta, nota que seu marido e Polly tinham começado um relacionamento mais forte, tinha conquistado mais espaço na casa e mais atenção.

Novas situações vão sendo criadas fazendo com que Rose perceba que a amiga não era tão frágil quanto ela achava. Polly vai tomando o lugar de Rose na família e criando situações de fogo para a protagonista.  Sob pressão, Rose acaba - aparentemente -  surtando. Nesse meio tempo Rose terá que rever o seu papel na família, o verdadeiro significado de uma amizade e irá perceber que o seu maior erro foi convidar a amiga para entrar em seu lar. 

Usando a terceira pessoa para narrar todo o livro Julia Crouch, a narradora, preenche a trama com cenas perturbadoras e com personagens bem peculiares. Sem contar com as perguntas que o narrativa vai deixando aos poucos: Até que ponto deve-se depositar confiança em alguém? Será que existe uma amizade saudável e verdadeira?

Particularmente achei o livro muito bem bolado. Algumas cenas foram tão bem descritas que acabaram deixando um ar bem sombrio. Em contra partida existem várias outras cenas massantes que, em minha opinião, são totalmente descartáveis e que só serviram para aumentar o número de páginas do livro. O final não é lá essas coisas, mas foge do tradicional. 

Quem curte um bom thriller e um suspense meio que sombrio vai - assim como eu - se deliciar com Cuco. Portanto, se você procura esse tipo de livro, sem dúvidas essa é uma ótima indicação! =)



25 comentários:

  1. Estou com vontade de ler esse livro desde que vi a capa pela primeira vez.Super me interessei pela história!Parabéns pela resenha!Beijos.

    http://livrosobaluzdalua.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi querido!
    Achei a premissa interessante, mas não tenho muita vontade de ler. Apesar de todos os pontos positivos citados, acho que, no momento, eu dispenso. Sei lá, essa questão de ter umas partes massantes me desanima.
    Beijão!

    ResponderExcluir
  3. Assim como a Mi disse aqui em cima, também me desanimei um pouco quando disse que tem muitas partes massantes. Ultimamente ando fugindo de livros assim, tô querendo ler só aqueles livros em que a leitura corre mesmo. Mas só por ser um thriller é um livro que vale a pena ser lido, já que eu adoro esse gênero. Vou empurrar essa leitura mais um pouquinho, mas sua resenha me deixou bem curiosa. ^^

    Beijão ♥
    Priscilla Duhau
    Livrificando

    ResponderExcluir
  4. Eu em... Esse livro eu não leria, não gosto desse gênero. Mas gostei da sua resenha e fiquei com medo dessa amiga dela. Affe1

    ResponderExcluir
  5. Parece um livro bastante interessante, gostaria de ter a oportunidade de lê-lo.
    maravilhosomundodetinta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. É um livro interessantíssimo. Quero ler. Me arrependo de não ter comprado quando tive oportunidade. Mas sempre posso resolver isso. rsrsrs
    Ótima resenha, a sua. Parabéns!

    ResponderExcluir
  7. Ótima resenha!
    Também acho este livro interessante. Ele me lembra um pouco o filme "A Órfã", pelo fato de a personagem entrar na casa de modo sorrateiro e acabar destruindo a família.
    Estou muito a fim de ler Cuco. :)

    ResponderExcluir
  8. Livro bem legal esse. Adoro o gênero e achei até estranho a NC lançar um livro assim. É bom, pelo que vi dele. Acho que vale a pena ler.

    ResponderExcluir
  9. Só a leitura da resenha já me deixou bastante curiosa e com vontade enorme de ler. Gosto de suspense e esse parece ser bem o tipo.

    ResponderExcluir
  10. Nossa, esse livro parece realmente muito bom! Bem, suspenses são sempre muito inteligentes mesmo, né? Não vejo a hora de lê-lo. ;)

    Beijos,

    Isie Fernandes - de Dai para Isie

    ResponderExcluir
  11. Aiii eu quero muito ler, me intrigou esse livro.
    Simplesmente adorei a resenha :D

    ResponderExcluir
  12. A principio o livro me chamou atenção pela capa e titulo!
    Mas agora vejo que a estória é bem intrigante! E agora me deu mais vontade de lê-lo !

    http://oceano-literario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Não leio muita resenha para nao perder a graça de ler o livro, mais os comentarios eu nao perdi \o/ quero ler este livro sim :D

    ResponderExcluir
  14. Achei muito interessante, este livro parece ser daqueles que começamos a não conseguimos parar até saber o que vai acontecer em seguida. Um bom suspense sempre me faz querer mais. Adorei a resenha, parabéns.

    ResponderExcluir
  15. Se as partes eletrizantes superarem as massantes... aaaah sim hein *-*
    ADORO um suspense, ainda mais desse tipo... que lembra "a órfã" ou qualquer outro tipo de filme com babás malvadas que invadem a vida e controlam tudo!
    Fiquei mega curiosa com o final não tradicional, embora desanime um pouco a questão de não aquele tipo de final "WOW".
    Estou louca para ler esse livro, talvez me idenfitique com a reflexão sobre amizade, pois passei por uma tensa agora e ainda estou superando essa "amizade" =(

    Estou torcendo.... por mim! HAUIHAIUAHIUHAIUHA

    ;***

    ResponderExcluir
  16. Ainda não li um livro que seja thriller, mas pretendo ler !
    Eu estou louca para saber qual é o segredo de Rose, e a causa da morte do marido de Polly, bom, eu quero desvendar o livro tooodo !
    Achei bastante interessante a temática, a sinopse nos deixa com vontade de ler o livro em segundos, para descobrir todos os mistérios...
    Hoje em dia temos muito o que pensar sobre as amizades, principalmente em pessoas que achamos que são nossos amigos, mas que no fundo só querem nosso mal, acho que esse livro pode ensinar isso também !
    Vou admitir que depois li que outra resenha sobre esse livro, fiquei com um pouco de medo, até a resenhista disse que ficou com medo de algumas cenas, eu só não posso ficar sem dormir kkk
    Beijoos :* - GabiSuzart

    ResponderExcluir
  17. gostei da capa, já cria um suspense. não é fácil escrever um livro de suspense sem perder a mão na história

    ResponderExcluir
  18. Eu fiquei bem interessada no livro, vi quando alguns blogs receberam de brinde e que vinha em uma caixinha como se fosse um ninho, e fiquei apaixonada.

    ResponderExcluir
  19. Me apaixonei pela capa do livro, e quando li o resumo da história fiquei bem interessada, parece ser aquele tipo de história que te prende do começo ao fim, quando resolve um mistério joga logo outro, histórias assim é que são boas, também não sabia da existência dessa especie de pássaro e a comparação com ela ficou bem legal, ainda não li o livro mas espero ler em breve assim que ganhar a promoção rs

    ResponderExcluir
  20. Adorei a resenha, eu já estava com vontade de ler o livro, e agora estou querendo ler mais ainda, fiquei muito curiosa. Achei a capa bem criativa.
    bjs

    ResponderExcluir
  21. Que resenha maravilhosa, o livro parece ser bem intrigante e realista, pois existem pessoas realmente assim, agora fiquei louca pelo livro,espero que realmente ganhe a promoção :O.

    ResponderExcluir
  22. Amanda Evangelista27 de set de 2012 22:35:00

    Fiquei super interessada por esse livro desde quando o vi nos lançamentos do Skoob. Adoro suspenses e esse aí promete! Ótima resenha.

    ResponderExcluir
  23. Esse livro parece ser divino, adoro suspense e sinceramente a história me surpreendeu. Nunca havia pensando numa história tão linda.

    ResponderExcluir
  24. Eu curto thriller, e estou louca pra ler este livro *.*

    ResponderExcluir
  25. Eu adoro um suspense sombrio,se o final foge do tradicional,melhor ainda.
    Mas a história não achei tão original,basicamente alguém de confiança tentando roubar o lugar da mãe na família.

    ResponderExcluir

 
Layout desenvolvido e editado por Igor Gouveia