Como não amar as casas literárias? Parte I

Sou um daqueles leitores que presta atenção em muitas coisas ao decorrer de um livro: pode ser características físicas, a própria personalidade dos personagens, os lugares descritos na trama ou até mesmo coisas sem a menor importância. Enfim, não importa. Sempre acabo observando algo a mais na história. 

Tenho certeza que muita gente é assim. Ou até pior. Mas o que vale é que sempre consigo extrair algo legal dessa observação. Pois bem, o post de hoje é sobre as casas literárias. Isso mesmo, casas. Afinal, quem nunca ficou imaginando os lugares em que nossos protagonistas moram? Eu mesmo adoro quando um autor coloca esses detalhes. Hoje escolhi três casas bem legais e aposto que vocês vão gostar de algumas coisas que consegui tirar dos livros.  Vamos lá? 

Quem já acompanhou as aventuras de Katniss Everdeen em Jogos Vorazes sabe o quanto a casinha dela é importante. Durante toda a trilogia são inúmeras menções que a garota em chamas faz. Bom, a casa de Katniss fica no Distrito 12 e lá ela mora com sua irmã e sua mãe. De acordo com ela, o seu "bairro" - não é exatamente essa a definição usada - chama-se Costura. A sua casa fica quase no limite da Costura, bem perto da Campina, que é uma área verde protegida por uma cerca bem alta de arame farpado.  Sempre imaginei a casa dela bem simples, e na adaptação cinematográfica feita do primeiro livro isso fica bem claro.  Mas durante os outros dois livros, Catnip descreve a sua casa dizendo que lá tem alguns armários, o seu quarto, que ela divide com sua irmã, e a cozinha, onde geralmente sua mãe fica. Bem modesto não é? Mas não se engane, pois para Katniss ali era um de seus lugares prediletos antes de tudo acontecer em sua vida. Sinceramente? Sou louco pra conhecer a Costura.

Uma outra casa muito bacana é a de Eragon. No alto de uma colina, afastada do vilarejo principal, a sua casa tem uma grande cobertura de telhas e uma chaminé de tijolos. De acordo com o autor a casa ainda tem os beirais do telhado que pedem sobre as paredes de cor branca desbotada e uma grande varanda. O mais interessante é que a casa dele ficou abandonada por quase meio século e sem contar que é bem difícil de morar num local onde o vilarejo principal fica a quase dezesseis quilômetros de distância. Perto da casa ainda tem um galpão onde vivem dois cavalos junto com algumas galinhas e uma vaca. Outro detalhe muito legal é que no limite da propriedade fica o rio Anora, local perigoso, mas que Eragon adora. A casa é toda revestida em madeira e o piso feito de tábuas. É nesse local super antigo que o garoto aventureiro mora com Roran e seu tio Garrow. Essa casa, apesar de todos os seus defeitos, é um ótimo lugar para se viver. Acho que o maior problema dela é a distância, mas tirando isso super bacana não é mesmo?

Bom, e pra finalizar vamos para a rua dos Alfaneiros, número quatro. Gente, quem não conhece essa rua? Lá mora um dos mais perversos tios de toda a história literária: Sr. e Sra. Dursley. Lembrou? Não? Pois bem, lá também mora (ou melhor, morava) o menino que sobreviveu. Sim! Ele mesmo. Nosso querido Harry Potter. Acho que todo mundo sabe a história do garoto, mas parando para lembrar onde Harry ficava até seus onze anos é tudo bem triste. Não vou falar exatamente da casa dos Dursley, mas sim do pequeno armário que fica embaixo da escada em que Harry morou. No primeiro livro a gente nota como é triste a condição do menino. Mas pra ele já virou rotina, pois depois de um certo tempo nem com as incontáveis teias de aranhas que tinha no local ele ligava. Lá ele tinha a sua cama, com um armário, onde ele colocava suas coisas, suas meias e principalmente os seus sonhos. Só posso dizer que mesmo com todo esse sofrimento, eu adoraria passar alguns dias sob o mesmo teto que Harry e seus tios. Na verdade, todos os fãs do pequeno bruxo sabem que essa não era a casa verdadeira de Potter. A sua verdadeira casa é Hogwarts, a escola de bruxaria e magia mais almejada de todos os tempos. Mas Hogwarts é sempre Hogwarts. E claro, ela merece um capítulo a parte.

14 comentários:

  1. depende muito da casa né , a de THG é horrivel kkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente Marcelo. Certos lugares não dá.

      Abraços.

      Excluir
  2. Muito interessante o post, tbém gosto muito dos detalhes de algumas coisas nos livros as casas, as vezes, me passavam despercebidas, sempre prestava mais atenção no jardim, na montanha ou ni rio que ficava perto da casa, isso apenas por que adora a natureza; mas agora com sua visão sobre as casas vou passar a olha-las com outros olhos. Parabéns

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou do post Danieli (: Eu sou desses leitores sabe? Sempre fico observando algo além da trama principal. Ah, quando ver uma casa por aí, me conta sobre ela. Vou adorar saber. ^^

      Abraços.

      Excluir
  3. Querido, adorei o post!
    Super diferente, gostoso de ler e nos lembrando de ótimas casas e histórias!
    O único que não li, daí, foi Eragon, e posso dizer que também adoraria conhecer as outras duas casas! No caso de Harry, eu preferiria conhecer a verdadeira casa dele, é claro ;)
    Beijão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adorei saber que você gostou da ideia do post Mi. Ah, assim que der leia Eragon. É uma aventura e tanto :3

      Abraços.

      Excluir
  4. Uou super gostei do post, principalmente quando se fala da grandiosa criação da J.K. Rolling ;D

    ResponderExcluir
  5. Muito interessante, nunca tinha pensado nesse ponto específico.
    Só posso comentar sobre a casa de Katniss, pois os outros eu não li (não me matem por não ter lido HP!). Eu gosto tb da relação que ela tem com aquele cantinho, como ela fica triste qdo volta e vê que tudo foi destruído, como ela não reconhece a casa na Aldeia dos Vitoriosos como realmente sua... Bom pra gente dar valor ao nosso lar. ;)
    Beijinhos!
    Giulia - prazermechamolivro.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Giulia :)

      O bom do post pra você é que agora vai reparar nesse e em outros pontos. haha Mas falando da Katniss é realmente claro o quanto ela gosta da sua casa ^^ E super concordo com você quando você cita a Aldeia dos Vitoriosos, pois apesar de que lá ela conseguiu "dar" uma estrutura melhor pra sua família, ela ainda não conseguia se sentir bem. Enfim, como você falou: Sempre é bom dar valor ao nosso lar.

      Abraços.

      Excluir
  6. Adorei o post, Igor!
    Também tenho curiosidade de conhecer todas estas três casas, sobretudo o armário do Harry... a casa do Eragon fica difícil de conhecer, já que ela foi destruída, mas devia ser bem legal! :P
    Bjus!
    Paty Algayer - http://www.magicaliteraria.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Paty! Ah, que bom que gostou do post. Fico feliz! Assim como você também gostaria muito de conhecer o armário do Harry. Por mais que o local não tenha ótimas lembranças, mas foi lá que ele viveu. E quer sabe? Isso basta. KK

      Abraços!

      Excluir
  7. Gostei muito do post!
    Realmente reparar nos detalhes sem importância é a minha especialidade! kkkk
    Harry ♥ Como não conhecer a Rua dos Alfaneiros número 4???? haha
    E sim, Hogwarts merece um capitulo a parte! Acho q é sonho de todos morar lá! *-*
    A casa de Katniss é bem especial pra ela né.. a sua casa nova ainda nao era considerada como um verdadeiro lar! :/
    Já Eragon eu nao conheço, entao... rs
    beijos,
    Lara E.
    http://naspaginasdeumlivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lara (:
      Pois é, quem não conhece a Rua dos Alfaneiros? haha Demais aquele quartinho né não? Ah, assim que puder leia Eragon. É um livro bem legal :)

      Abraços.

      Excluir

 
Layout desenvolvido e editado por Igor Gouveia